Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Chxico do Churrasco (Dona Clara) - 18/02/11

O Chxico do churrasco tem a sua velha receita de sucesso, que é o churrasco no quilo puxado por suas duas mais famosas entradas: asinhas de frango assadas e cobertas por queijo provolone ralado (R$ 10,00 com 5 unidades) e pão de alho com queijo (R$ 3,80 a unidade). Para abrigar tantos fãs dessas iguarias, todas as suas casas são espaçosas e oferecem algum tipo de playground, para atrair as crianças enquanto os pais se esbaldam em alguma das mesas.

A filial do Dona Clara - que fica na Avenida Sebastião de Brito, número 400 - não foge à fórmula. A diferença fica por conta do amplo passeio em frente ao estabelecimento, o qual não pôde mais receber mesas após proibição da prefeitura, conforme informações da garçonete. Aliás, tem que ser um especialista em códigos de postura para compreender o motivo de proibições em tão largos passeios, enquanto há mesas de boteco em calçadas bem mais apertadas.

O atendimento esteve lento durante a nossa estada, que foi justificado pela falta de três garçons, também de acordo com a esforçada atendente. Cerveja gelada e barata (R$ 4,20), sucos naturais para os não alcóolicos (R$ 3,00) e ambiente com o som característico deste tipo de lugar: barulho.

É inquestionável, entretanto, a boa aceitação da fórmula da casa pelo público belo-horizontino. Afinal já são, dentre matriz e filiais, no mínimo sete unidades espalhadas pela cidade: Duas no Caiçara, uma no Castelo, uma no São Geraldo, uma no Barreiro, a do Dona Clara, e até uma no disputado bairro de Lourdes. Sinal de que agrada a gregos e troianos.


Notas:

Ambiente: 3
Bebida: 4
Comida (peso 2): 4
Público: 3
Serviço: 2
Custo-benefício: 3

Média Final: 3,5 estrelas

Don Choppin - 16/02/2011 (Estabelecimento fechado)

O Don Choppin foi inaugurado em 2009, e portanto é um barzinho relativamente novo. Apesar disso, já conta com um título, que é o primeiro lugar no Concurso Cachaça Gourmet 2010, coquistado com o prato “Suã Chapada".

No estabelecimento nada de mesas e cadeiras de plástico, ao estilo das patrocinadas pela AMBEV. O mobiliário é de madeira, em qualquer dos ambientes, o que dá um ar mais sofisticado, e associado ao bom investimento na decoração, faz com que fuja do rótulo de boteco.

Sobre a parte descoberta foram instalados toldos retráteis, os quais estavam em utilização bem no meio do veranico que brinda BH desde o início de janeiro. Uma pena, pois dificulta a circulação do ar e aumenta a sensação de calor. Para se refrescar só mesmo com as cervejas Premium (R$ 5,00) ou chope Krug Bier (R$ 3,80) oferecidos na casa.

Apesar do atendimento ter beirado o amadorismo em certos momentos, o cardápio destaca-se pela criatividade, e combina bem com a ágil e honesta cozinha, da qual saíram duas porções. A primeira é uma espécie de recheio de hambúrguer de trailer acompanhada por batatas cozidas e fritas, batizada como “Don chivito”, que apesar de apetitosa, empolga mais pela criatividade e apresentação do que pelo sabor. A segunda foi uma boa porção de iscas de peixe frito, ligeiramente carregada no sal, mas acompanhada por dois ótimos molhos, destacando-se o de ervas.

Para os amantes do futebol, a casa transmite desde jogos da Champions League, ao cair da tarde, até as partidas disputadas por Atlético e Cruzeiro, nas noites de quarta e quinta-feira, assim como nos finais de semana.

Para uma região em franco crescimento como a do bairro Castelo, caiu muito bem um barzinho como este, já que até então as opções se resumiam a casas maiores e menos aconchegantes, ao estilo do consagrado Chxico do churrasco. Além do mais, não há dia ruim para freqüentá-lo, pois o Don Choppin funciona de segunda a segunda, a partir das 18h, e ainda abre para almoço nos finais de semana.


Endereço: Rua Afonso Ricaldoni, 30, esquina com Rua Desembargador José Satyro – Bairro Castelo

Aceita cartões de crédito


===

Atualização: O Don Choppin encerrou as suas atividades em 2012.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Atlântida Steak Beer - 13/02/2011

A casa de nome longo – Atlântida Steak Beer – é mais uma nova opção na Região da Pampulha, e foi inaugurada no início do ano, ao final da Avenida Atlântida. Fica sob o comando do antigo Gerente do Filé, bar pioneiro na hoje disputada Avenida Fleming.

O seu amplo espaço remete à outras do gênero situadas na Pampulha. Peca apenas por não dispor de ambientes distintos para fumantes e não fumantes.

Os espetos que vem da churrasqueira, apesar de modestos no tamanho, são saborosos. O que pedimos foi o de contra filé acompanhado de fritas (R$ 25,00).

Para beber, a tradicional cerveja 600 ml (R$ 5,00), com a opção do balde com três. Já os sucos naturais custam em torno de R$ 4,00.

Atendimento ainda em fase de aperfeiçoamento, mas já com alguns vícios que me desagradam, como encher o copo de cerveja do cliente para além do necessário, no claro intuito de desovar mais rapidamente as ampolas.

Para as crianças que acompanham seus pais, há um playground com monitores. E para os carros que acompanham seus donos há opção de estacionamento ao lado, que cobra preço único de R$ 5,00.

Endereço: Av. Atlântida esquina com Av. Prof. Clóvis Salgado, junto à entrada do Parque ecológico da Pampulha.


Notas:

Ambiente: 4
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Público: 3
Serviço: 3
Custo-benefício: 2

Média Final: 3 estrelas