Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Veja Comer & Beber 2014: o nosso voto

É com satisfação que o Blog Butecage compõe, pela segunda vez, o júri responsável pela escolha dos melhores bares do ano. Cientes de nosso importante papel, seguimos alguns critérios que entendemos como indispensáveis:

1) cada bar votado deve ter sido, necessariamente, visitado (ou revisitado) nos últimos seis meses;

2) na visita, há que ter acontecido o consumo de, no mínimo, uma variedade de bebida e uma de petisco;

3) independentemente de tradição, história ou apelo da mídia, o bar deve estar vivendo um bom momento.

4) Por se tratar da segunda participação subsequente, procuramos privilegiar bares ainda não votados por nós, o que foi possível em 9 das 12 das categorias. Os outros três são bares que permaneceram como destaques em suas respectivas categorias.



E foi assim que chegamos aos nossos indicados:

Boteco: Mulão (Rua Marambaia, 291 – Caiçara) 
Chope: Redentor (Rua Fernandes Tourinho, 500 – Savassi)
Cervejaria: Cervejaria Seu Romão (Rua São Romão, 192 – Santo Antônio)
Carta de drinques: Obardô (Rua Mármore, 313 – Anchieta)
Cozinha: Patorroco (Rua Turquesa, 865 – Prado)
Happy Hour: Ali Ba Bar (Rua Matias Cardoso, 345 – Santo Agostinho)
Música ao Vivo: Bar do Chorinho (Rua Vila Rica, 637 – Padre Eustáquio)
Para ir a dois: Dias de Graça (Rua Expedicionário Hereny da Costa, 211 – Caiçara)
Para paquerar: Bar & Boi (Av. Fleming, 284 – Ouro Preto)
Bar revelação: 815 Botequim (Av. Contagem, 815 – Santa Inês)
Espetinho: Churrasquinhos do Luizinho (Av. Francisco Sá, 197 - Prado)
Barman do ano: Miguel Paes (Dub)



A edição especial Comer e Beber 2014, com os escolhidos dentre bares, comidinhas e restaurantes, chegou às bancas no dia 1º/06. Para visualizar a tabela de votos da categoria bares, com todos os vencedores, clique (e comente) aqui.

.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Mercearia 130 - 29/03/2014

Tal qual o tradicional Pé de Cana, no Sion, a Mercearia 130 também se destaca mais no almoço executivo que na happy hour. Ambos compõem o seleto time de melhores refeições montadas em BH, porém carecem de ajustes à noite e aos finais de semana. Nos dois bares o atendimento pode ser melhorado, assim como se mostram necessárias pequenas correções na cozinha. Deixaremos para falar daquele em outra oportunidade, e explicaremos aqui como chegamos às nossas impressões sobre a Mercearia 130.


Era um sábado, e não mais havia lugares disponíveis no interior do botequim. A hostess pediu ao garçom que transportava mesas para o passeio nos montar uma, apelo que foi ignorado pelo mesmo. Porém encontramos, meio escondida, uma daquelas mesinhas altas, bem perto da vidraça da cozinha, e ali sentamos. Como o bar prioriza o chopp e as cervejas long neck ante as clássicas garrafas de 600 ml, beberiquei algumas tulipas do Backer claro (300 ml), a R$ 5,90 cada.




Dentre as particularidades do bar, que tem o seu charme, a inexistência do cardápio, com todos os itens disponíveis sendo listados nas próprias paredes do bar, a giz. Nosso primeiro pedido, para beliscar, foi uma fritada de rã, sobre a qual já ouvimos elogios. Solicitada, a garçonete nos informa que não havia o quitute naquele dia. Aí eu lhe pergunto, caro leitor: se a ideia da lousa é possibilitar um cardápio diário, por que diabos não apagaram a fritada?

O jeito foi partir para os picolés de torresmo, outro petisco bem recomendado pelos inúmeros fãs da casa. Por sorte pedimos a meia porção (R$ 22,00, ante R$ 38,00 da inteira), já que os dois torresmos se mostraram extremamente gordurosos. Ainda que fossem de costelinha, o óleo escorria pelas mãos, e não houve limão que ajudasse. Deu saudade das melhores pancetas da cidade, como são as encontradas no Ali Ba Bar, no Agosto Botequim e no Geraldim da Cida, dentre outras.


 

Mais tarde experimentamos o steak tartare (R$ 28,00), iguaria que jamais havia comido, e considerei sensacional. Com ótimo tempero e o filé delicadamente picado, este sim, faz jus à boa fama da casa, e se encontra no patamar do almoço.




Notas: 

Ambiente: 3
Atendimento: 2
Bebida: 3
Comida (peso 2): 3
Custo-benefício: 2


Média final: 2,5 estrelas

Mercearia 130
Rua Ivaí, 130 – Serra – Belo Horizonte – MG
Tel: (31) 3658-3395
Pagamento: aceita cartão de crédito e débito
Preço médio por pessoa: R$ 60,00*
*Consumo individual, em rateio ou não, de uma porção para dois, ou duas porções para um, de preço médio, acrescida(s) de duas bebidas e, quando houver, serviço e couvert/entrada. As bebidas podem ser duas cervejas de 600 ml, quatro cervejas de 350 ml, dois drinks, ou duas doses de cachaça, dependendo da especialidade do bar.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Dias de Graça - 28/03/2014

A gente vive uma história, vive uma paixão... mas será possível viver um lugar? No caso do Dias de Graça, bar recém aberto no Caiçara, acredito que sim. Isso se deve, sobretudo, às múltiplas qualidades do botequim.


A vocação principal de lá, acredito, é ser um lugar romântico, para uma noite a dois. Nos diversos cômodos, já que se trata de uma casa, há meia luz, e para todas as mesas internas são oferecidas velas. Além disso, trabalham com vinhos além da cerveja, e listam pratos além dos tira-gostos e entradas.

Contudo, se você for com a sua turma ou mesmo sozinho, também se sentirá acolhido, e poderá apreciar as delícias da casa na varanda, onde há uma TV transmitindo clipes musicais, ou na grande mesa existente nos fundos do bar. Cada um na sua.

O atendimento em nossa primeira visita foi digno de palmas, e de quebra pudemos apreciar um show de mágica exclusivo para o casal, apresentado pelo conversado Deivid, que está sempre por lá. Entre a cervejas, como a Stela long neck (R$ 5,50), e os vinhos, ficamos com a segunda bebida. Vendido tanto em garrafa de 375 ml (R$ 23,00) quanto de 750 ml, o chileno Apaltágua, foi o escolhido.


“Para abrir o apetite” é a seção que lista oito itens, dentre os quais o suculento tomate recheado e assado com alho porro, cheddar e calabresa (R$ 12,00).


Depois nos aventuramos pela segunda seção, batizada “para beliscar”, da qual escolhemos os espetinhos de cafta recheada com queijo prato ao molho de goiabada (R$ 24,00).


Crocantes por fora e molhadinhas por dentro, as caftas casaram-se perfeitamente com o delicioso molho agridoce.


Deixamos para visitas vindouras as refeições, como o talharim ao pesto (R$ 19,00) e o carré de cordeiro (R$ 49,00). Visitas estas que acontecerão em breve, uma vez que a proposta do Cheio de Graça, com cozinha diversificada e atendimento em alto nível, nos fisgou.

Notas:

Ambiente: 5
Atendimento: 4
Bebida: 4
Comida (peso 2): 4
Custo-benefício: 4

Média final: 4 estrelas


Dias de Graça
Rua Expedicionário Hereny da Costa, 211 – Caiçara – Belo Horizonte – MG
Tel: (31) 3568-0278
Pagamento: aceita cartão de crédito e débito
Preço médio por pessoa: R$ 60,00*

*Consumo individual, em rateio ou não, de uma porção para dois, ou duas porções para um, de preço médio, acrescida(s) de duas bebidas e, quando houver, serviço e couvert/entrada. As bebidas podem ser duas cervejas de 600 ml, quatro cervejas de 350 ml, dois drinks, ou duas doses de cachaça, dependendo da especialidade do bar.

30 dias para dois concursos de gastronomia de boteco

Tenho estado um pouco mais ausente do blog, não apenas pela costumeira falta de tempo, como também em razão do evento Comida di Buteco, que está na reta final.

Durante este período, sempre compartilhamos impressões e fotos no Grupo Comida di Buteco BHZ, no Facebook, para o qual convido todos os seguidores do Butecage.

Além deste, estamos também no Grupo Botecar, criado por razão do segundo concurso de botecos de BH, que chegou para competir com o CdB.

Bom boteco a todos!