Espaço destinado aos relatos críticos de andanças pelos botecos belo-horizontinos, assim como aos pitacos sobre outros lugares quaisquer.
Traduzir para ChinêsGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain

terça-feira, 8 de julho de 2014

Bar do Antônio (Pé de Cana) Luxemburgo - 02/07/2014

Ao longo das cinco décadas de funcionamento no Sion, o Bar do Antônio – que há tempos deixou de pertencer ao Antônio – foi se tornando um dos mais bem cotados bares de BH. Já foi eleito o melhor boteco da cidade por publicações gastronômicas, como Veja Comer e Beber e a Encontro Gastrô; participou em 10 das 15 edições do Comida di Buteco; figurou em programas de TV por razão do seu famoso PF; e ainda pertence ao seleto grupo dos 33 bares de BH que constam no Guia 4 Rodas. Tamanho sucesso motivou os donos a abrirem uma filial da casa, razão desta resenha, que foi inaugurada há duas semanas.


Localizada na avenida principal do bairro Luxemburgo, próximo ao Woods Shopping, a primeira filial do “Pé de Cana” ocupa um imóvel de dimensões invejáveis. Dotado de três ambientes internos e um externo, este ao livre, o bar comporta não menos do que 100 pessoas. Com bons banheiros e área para a diversão dos pequenos, a casa conta também com rampa para acesso de pessoas com dificuldade de locomoção, que poderia ser melhor sinalizada.



Entrando no aspecto que consagrou o bar, que é a sua cozinha, foi com os chips de jiló (R$ 14,00) que abrimos os serviços. Acompanhando a cerveja gelada – e cara – com maestria, trata-se de quitute cuja fritura é muito bem executada, e que serve bem duas pessoas. As cervejas, a propósito, custam R$ 8,00 se a escolhida for a Brahma, e R$ 9,20 se houver preferência pela Original.



Outro prato degustado foi o Carnoba (R$ 39,00), escolhido diante da indisponibilidade da Costelinha Embriagada. Composto por filé em cubos cobertos por folha de taioba e ladeados por batatas empanadas e recheadas com presunto e queijo, foi outra pedida que não desapontou. Trata-se da criação que representou o bar no Comida di Buteco 2009, tendo se tornado, depois disso, um dos carros chefes da casa. Tal como no ano de sua criação, o filé chega à mesa suculento, e as batatas bem crocantes.


Com o cardápio praticamente idêntico ao da matriz, ainda não se viu nenhuma criação exclusiva para esta nova unidade. Talvez esta semelhança é que esteja  atraindo – e lotando – um bar com tão pouco tempo de vida. Os donos prometem, para a semana seguinte, o início do almoço diário, e nós ficamos na expectativa de termos, também por ali, este que é um dos melhores pratos feitos da cidade.


Notas:

Ambiente: 4
Atendimento: 3
Bebida: 4
Comida (peso 2): 4
Custo-benefício: 3

Média final: 3,5 estrelas


Bar do Antônio (Pé de Cana) - Luxemburgo
Av. Guaicuí, 615 – Luxemburgo – Belo Horizonte – MG
Tel: (31) 3221-2099
Pagamento: aceita cartão de crédito e débito
Preço médio por pessoa: R$ 65,00*

*Consumo individual, em rateio ou não, de uma porção para dois, ou duas porções para um, de preço médio, acrescida(s) de duas bebidas e, quando houver, serviço e couvert/entrada. As bebidas podem ser duas cervejas de 600 ml, quatro cervejas de 350 ml, dois drinks, ou duas doses de cachaça, dependendo da especialidade do bar.